4 dicas para gerenciar doenças crônicas

Nos últimos anos quando falamos em saúde é comum vermos médicos cada vez mais atentos as chamadas doenças crônicas. Silenciosas, normalmente não apresentam grandes riscos no curto prazo, mas é com o tempo que começam a assustar e causar problemas para quem as tem.
Mas afinal, o que são doenças crônicas?
Falando de maneira simples, são aquelas doenças de longa duração e que levam mais tempo para serem curadas (ou não tem cura).  Exemplos de doenças crônicas são:

  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Hipertensão;
  • Alzheimer;
  • Parkinson;
Exemplo de doença crônica: Diabetes

Exemplo de doença crônica: Diabetes


rande parte das doenças crônicas estão relacionadas ao avanço da idade, bem como estilo de vida, como sedentarismo, hábitos alimentares e estresse dos dias de hoje. Não e a toa que hoje as doenças crônicas são a principal causa de morte no Brasil e no mundo, representando 60% das mortes.
Segundo dados do IBGE, 75% dos brasileiros com mais de 60 anos tem alguma doença crônica. O Ministerio de Saúde afirma também que se nada for feito para gerenciar as doenças crônicas, em 10 anos teremos um aumento de 17% no número de mortes em decorrência de tais doenças.
Os números assustam não é mesmo? Como controlar tais doenças? Como seguir um tratamento médico da maneira correta? Será possível evitar os males desse grande mal do século?

A resposta é um grande SIM!!! A maioria das doenças crônicas podem ser prevenidas ou controladas. Para isso, elencamos aqui os passos para ter uma vida saudável sem temer tais doenças:

1- Já ouviu falar que a prevenção é o melhor remédio?

Se você ainda não faz parte da estatística de ter algum tipo de doença crônica, previna-se para evitar entrar nessa perigosa estatística. Antecipar um problema através de hábitos saudáveis que envolvam alimentação e prática de exercícios podem te ajudar a fugir dessa estatística.

2-    Compreenda a doença

Entender o funcionamento da doença é fundamental para conseguir controla-la, por isso estude como a doença age, descubra se sua família tem um histórico de doenças crônicas, enfim, seja um bom detetive e vasculhe tudo que possa te deixar preparado, afinal conhecimento nunca é demais.

3-    Siga o tratamento recomendado por seu médico

Se tornou um doente crônico? Não tenha medo, seu médico está com você para te ajudar, por isso siga suas recomendações, tratamento, bem como não se esqueça de tirar quaisquer dúvidas que surjam junto ao profissional de saúde. Lembre-se também, tratamento não envolve apenas medicamentos, é importante adotar algumas mudanças em seu estilo de vida, como adoção de dieta, hábitos saudáveis e prática de atividades físicas.

4-    Tratamento é tão importante que merece mais uma dica

Se você tem o habito de esquecer seus medicamentos, saiba que você não está sozinho. Mas fique tranquilo, a tecnologia está ai para te ajudar. Existem aplicativos de lembretes de medicamentos que podem te acompanhar em seu tratamento, é o caso do Lembrete de Medicamento Dr. CUCO, que te lembra de tomar seus medicamentos na hora certa e ainda permite que você encontre os melhores preços dos seus medicamentos nas principais farmácias online do Brasil. O Aplicativo está disponível para Android e iPhone. Para saber mais clique aqui.