Saúde mental: como mantê-la na pandemia

Estamos vivendo um momento histórico no mundo, assim como em nosso país. Um fato que não havia ocorrido em nossas vidas, como se não bastasse o isolamento social e emocional, enfrentamos também uma crise econômica e política. Um cenário que, sem dúvidas, afeta nossa saúde mental! Aliás, você já pensou como tudo isso tem afetado suas emoções? É possível manter nossa saúde mental na pandemia? Leia este post e entenda como enfrentar esse contexto com equilíbrio emocional.

Primeiramente, vamos refletir como eram nossas vidas

Acordar de segunda a sexta no mesmo horário e nos finais de semana um pouquinho mais tarde (afinal ninguém é de ferro 😉), café da manhã super rápido (quando dava tempo de tomar em casa, não é?), banho e higiene pessoal, vestir-se, meio de transporte e finalmente trabalhar. 

Chegando ao trabalho, depois de uma maratona matinal, algumas reuniões, vários e-mails, aqueles almoços de negócio; tardes com cafés quentinhos para despertar do sono, visitas ou atendimento a clientes, prazos, entregas para o final do dia.

Ufa! Hora de ir pra casa… e aí nos atualizamos nos aplicativos de mensagens, pegamos meios de transporte, conseguimos pausas para ouvir uma música… e, talvez, enquanto isso algum joguinho, filme ou série no celular. Quem sabe até mesmo aquela olhadinha nas redes sociais.

Muitas pessoas não terminam o dia por aqui… Ainda têm escola, faculdade, cursinho, outro emprego; certamente todos tínhamos tinha uma rotina, né?

A quarentena chegou e o que mudou?

Talvez você responda: “tudo!”

A quarentena alterou sua rotina e, consequentemente, temos a sensação de que as coisas estão uma bagunça, posto que nossas referências de tempo foram totalmente alteradas e tivemos que reorganizar horários, hábitos, costumes… e isso realmente interfere no planejamento!

Além disso, quando pudemos, montamos escritórios em nossas casas assim como uma sala de aula para as crianças… ou seja, estamos todos em casa, ao mesmo tempo, o dia inteiro. Intensificamos a relação com nossa família, estamos nos relacionando exclusivamente com eles, sendo inevitavel o aumento de conflitos, dificultando ainda mais nossa estabilidade emocional.

Se você mora sozinho, certamente muitas coisas também mudaram. Você não tem mais contato com seus colegas de trabalho ou de faculdade, ou seja, passa mais tempo sozinho em casa; como está sua saúde mental neste momento exclusivo seu com você, mesmo ou você se dá bem com comunicações online?

A indefinição sobre o futuro (é claro que o futuro sempre foi algo incerto) causa receio, nos causando um grande impacto emocional.

Como manter nossa saúde mental?

O que te dá prazer? Ok, já sabemos que a maioria das coisas que fazíamos para relaxar, distrair, divertir mudaram, assim como: ir a academia, happy hour com os amigos, jantar fora com o crush

Precisamos parar, pensar, encontrar alternativas, estabelecer uma nova rotina, aproveitar as relações familiares, assim como o tempo livre, encontrar novos hobbies, estudar novos campos de conhecimento, criar um equilíbrio entre tais processos. É difícil, mas podemos aproveitar tal momento ao invés de tornar-lo mais uma fonte de problema.

Veja algumas dicas:

Rotina de casa

Faça planejamento com:

  • Lista de tarefas diárias para todos, inclusive para as crianças, afinal elas podem arrumar os brinquedos, materiais de estudo, entre outras atividades (divida as tarefas para evitar sobrecargas ou que estas deixem de ser feitas);
  • Listar compras essenciais, como por exemplo: alimentos ou itens de higiene;
  • Elaborar o cardápio da semana, assim como o viabilizar (organizar as compras de acordo com o que vai utilizar).

Leia também: “Alimentação saudável: dicas para comer bem em casa

Rotina de trabalho e/ou estudo
  • Adaptar um ou mais locais na casa e combinar com a família quais as necessidades de privacidade;
  • Manter o local organizado, com os materiais separados;
  • Respeitar horário de início e término das tarefas durante o dia.

Temos um post aqui no blog com dicas bem legais, vale a pena a leitura: “Bem-estar na quarentena: dicas para enfrentar a pandemia“.

Convívio social
  • Manter contato mesmo que virtualmente com amigos, parentes, e pessoas que nos tragam sentimentos de bem estar;
  • Fazer happy hour virtual é muito divertido!
Convívio familiar
  • Respeitar a privacidade o momento de privacidade de cada um (inclusive adolescentes e crianças);
  • Organizar momentos em que a família possa ficar junta para atividades prazerosas e descontraídas como: jogar, cozinhar, ou quem sabe até fazer exercícios. Lembre-se de não tornar isto uma obrigação!

Se você quer saber como se exercitar em casa leia: “Exercícios em casa, vencendo a pandemia“.

Atividades de lazer
  • Pensar em algo que traga prazer, pense em algo que goste, mas não tinha tempo de fazer;
  • Aprenda algo novo, se reinvente!

Certamente, não é fácil, mas com ideias e atitudes simples podemos transformar a situação, tornando-a mais leve e assumindo o controle de nossas emoções! 

Fique em casa, fique bem e cuide do seu emocional! 
#VaiPassar 💙

Saúde mental: como mantê-la na pandemia
Se você faz, ou conhece alguém que faça algum tratamento de saúde, baixe nosso aplicativo gratuito nas lojas: Android e iOSPodemos ajudar! 😃

Acompanhe o CUCO nas redes sociais:
Instagram: @cucohealth
Facebook: CUCO
Canal do Youtube: CUCO – Lembretes de medicamentos